fbpx

março 3, 2021

Para as instituições de saúde, as transformações digitais e a evolução da tecnologia são de grande valia. Já falamos aqui sobre os impactos da tecnologia aplicada à saúde, e aqui sobre como a tecnologia pode ajudar a otimizar a gestão dos laboratórios de análises clínicas. Hoje, falaremos sobre a automação laboratorial.

A verdade é que a tecnologia pode atuar de diversas formas nos laboratórios, e um sistema de gestão laboratorial traz, em um único lugar, inúmeras vantagens relacionadas a ela (aqui, vale lembrar que temos um post completo com todos os recursos que os gestores dos laboratórios devem se atentar na hora de adquirir um sistema de gestão laboratorial).

É no contexto da aliança entre saúde e tecnologia que surge a automação laboratorial, que, em linhas gerais, consiste na adoção da tecnologia em diversos setores do laboratório com o intuito de tornar os procedimentos mais rápidos e mais confiáveis. Desta forma, processos antes feitos manual e individualmente passam a ser realizados automaticamente e de maneira integrada entre as diferentes áreas do laboratório.

Vantagens da automação

Entre as principais vantagens da automação laboratorial, há algumas que merecem destaque:

  • Melhora na produtividade e redução do tempo de realização do exame: a automação laboratorial permite que tarefas manuais sejam feitas de forma automática pelo sistema de gestão, o que evita falhas nos processos e acelera sua realização. Um exemplo é o cadastro de novos clientes na recepção: o software envia todos os dados, de forma automática, para cada equipamento envolvido no processo de análise das amostras. Com isso, os colaboradores não precisam inserir as informações manualmente a todo momento.
  • Redução de custos e melhora na gestão: os custos operacionais do laboratório são reduzidos devido à assertividade da utilização de materiais, equipamentos e, principalmente, de recursos humanos. Além disso, a automação facilita a gestão das demandas no laboratório. Ela intensifica a capacidade de análise, sem que seja necessário tomar medidas como aumento ou terceirização da equipe ou a realização de horas extras em épocas de maior volume de amostras.
  • Mais competitividade: o interfaceamento com equipamentos de análises clínicas promove uma revisão permanente dos processos, que são constantemente aperfeiçoados. Fica mais fácil fazer alterações para agilizar a produção, incorporar novas tecnologias e tomar decisões mais rápidas. Isso leva à criação de um ciclo de avaliação e evolução contínuas. Além de atender os clientes com serviços de qualidade superior, o laboratório desenvolve uma excelente reputação no mercado. O resultado é o aumento da lucratividade e da base de clientes, já que a satisfação dos atuais acaba por atrair novos interessados.

Automação como garantia de qualidade e confiabilidade das informações

Por último, mas definitivamente não menos importante, destaca-se o aumento da qualidade das análises e da confiabilidade nas informações, que se traduz em mais eficiência operacional do laboratório. Com análises muito mais detalhadas, ocorre a diminuição das falhas no laboratório, que podem chegar a algo próximo de zero. Essa análise criteriosa gera no cliente uma maior confiabilidade nos resultados obtidos, além da redução de retrabalhos na empresa.

Não há exemplo melhor, neste momento, do que o diagnóstico por biologia molecular do SARS-CoV-2 (PCR em tempo real). O grau de pureza dos consumíveis para este diagnóstico deve garantir que o material seja livre de algumas enzimas e de DNA humano. Num processo como esse, a automação é importante porque evita que o usuário manipule a amostra clínica, além de garantir mais exatidão e precisão nos resultados das análises, uma vez que pessoas diferentes poderiam analisá-las de formas diferentes.

Outro exemplo relevante é o uso de regras específicas de tratativa para análises que apresentem valores críticos ou controlados. Determinados casos podem iniciar uma repetição da análise ou o envio de um alerta para o responsável técnico. Outra estratégia é a adoção da metodologia Delta-Check, que compara o resultado do último exame realizado com o histórico do paciente ao longo do tempo.

O Concent, sistema de gestão laboratorial mais completo do mercado, conta com um gerenciador de interfaceamento, que, além de utilizar a metodologia Delta-Check, controla várias interfaces em uma única tela. Além disso, o sistema possui inúmeros recursos que representam vantagens na rotina dos laboratórios e também competitivas.

Para saber mais sobre como o Concent pode te ajudar, entre em contato conosco pelo WhatsApp (43) 3028-5222. Aproveite para nos acompanhar também no InstagramFacebook e LinkedIn e no nosso canal no YouTube! Esperamos você!

Autora

Beatriz Amaro

Gosto de ler, escrever, estudar, ficar com os meus gatos e minha família: no meu tempo livre, gosto de me dedicar às coisas e pessoas - e animais, é claro - que amo. É a melhor forma que encontro de renovar minhas energias e trilhar meu caminho

>