fbpx

janeiro 6, 2021

Você conhece o Behavior Based Safety (BBS)? Já ouviu falar neste processo e em seus benefícios?

Em tradução livre, behavior based safety significa segurança baseada no comportamento (ou segurança comportamental). Como o próprio nome sugere, esta é uma abordagem que prevê a aplicação da ciência comportamental para lidar com problemas de segurança de trabalho.

O BBS é um processo focado em fortalecer a parceria entre colaboradores e liderança em prol da redução de riscos de acidentes e doenças no local de trabalho – tudo isso baseado na aplicação de estratégias de intervenção comportamental para melhora dos comportamentos.

A ideia é que, ao fim do processo, os próprios colaboradores tenham independência e se tornem “os donos da segurança do trabalho”, capacitados para identificar, compreender e medir riscos, além de tomar decisões práticas em relação à redução destes riscos.

IMPLANTAÇÃO DE UM PROGRAMA DE BBS

Implementar um programa baseado na segurança comportamental passa por algumas etapas fundamentais, que criam uma cultura de segurança na empresa. Confira:

• OBSERVAÇÃO

O primeiro passo para implementar um programa de BBS é a observação dos colaboradores no dia a dia. Nesta etapa, os chamados “observadores” (membros da gestão ou colaboradores capacitados para tal), que precisam ter experiência em segurança do trabalho, conferem se os colaboradores estão cumprindo suas tarefas com excelência.

Esta etapa não deve ser feita às escondidas, ou seja, é necessário que toda a empresa esteja a par do período de observação. A ideia não é montar uma “armadilha” para os colaboradores, mas avaliá-los com transparência.

• CHECK LIST

Para ajudar a orientar os observadores, um formulário de check list de verificação pode ser útil. Ele deve conter perguntas referentes à elaboração de um programa de BBS, como ações e decisões dos colaboradores relacionadas ao ambiente de trabalho, a equipamentos de proteção individual (EPIs), procedimentos, tarefas que possuem mais riscos, etc.

• FEEDBACK

feedback é a etapa final do processo de observação. Os observadores devem conversar com os colaboradores sobre os aspectos averiguados, com foco especial nos bons comportamentos.

Elogiar posturas corretas é um incentivo e um encorajamento. Da mesma forma, é importante pontuar e corrigir comportamentos indevidos, sempre de maneira clara e objetiva, mas sutil. Este é o momento ideal para romper maus hábitos e processos feitos de maneira incorreta.

Vale pontuar que o objetivo do BBS é corrigir comportamentos indevidos, não punir colaboradores por eventuais erros.

Após a observação e o feedback, os observadores devem enviar relatórios à gestão, responsável por traçar então um plano de ações a fim de garantir os bons comportamentos.

• METAS

A definição de metas é fundamental para garantir que o programa seja efetivo e eficaz. Metas que podem ser aplicadas referem-se à redução de incidentes que poderiam causar acidentes ou, por exemplo, ter 100% do quadro de colaboradores utilizando os EPIs corretamente.

Uma observação importante: as metas precisam ser mensuráveis e palpáveis, ou seja, não podem ser impossíveis ou inviáveis. Traçar metas dentro do plano de ação e do programa de BBS é uma das formas de garantir o sucesso do processo.

BBS NA SAÚDE

Na área da saúde, o BBS pode ser especialmente útil. Além de criar uma visão compartilhada da cultura “zero acidentes”, o que é fundamental em instituições de saúde, toda a empresa é envolvida em um esforço em equipe que engaja colaboradores e lideranças.

Para o time de profissionais, os benefícios são inúmeros, a começar pelo reforço positivo no lugar da culpabilização pelos erros. Com um programa de BBS, toda a organização é observada atentamente e os erros são apontados com o intuito de corrigir e não de humilhar.

A mudança de comportamento gerada pelo BBS reforça as atitudes positivas da equipe e estimula a cultura da segurança em primeiro lugar.

Em muitas das etapas do programa, um software de gestão como o Concent pode ser útil e agilizar a vida dos observadores e dos gestores. Confira, neste post, os benefícios da automação.

Aproveite para nos acompanhar no InstagramFacebook e LinkedIn e no nosso canal no YouTube! Esperamos você! Compartilhar este post com os colegas!

 

Autora

Beatriz Amaro

Gosto de ler, escrever, estudar, ficar com os meus gatos e minha família: no meu tempo livre, gosto de me dedicar às coisas e pessoas - e animais, é claro - que amo. É a melhor forma que encontro de renovar minhas energias e trilhar meu caminho

>