fbpx

março 27, 2019

Para gerenciar um negócio com eficiência, é preciso ir além dos livros. Enquanto a teoria traz diferentes modelos de gestão empresarial, é cada gestor que encontra, dentre os mais difundidos, o mais adequado ao estilo, aos objetivos e principalmente à realidade da empresa.

Por isso, se você é um empreendedor que busca ser eficaz e atuar como líder perante os colaboradores, precisa encontrar e implementar o modelo mais adequado.

É essencial focar em desempenhar uma boa gestão, já que o faturamento, a produtividade, a satisfação de pessoal, a manutenção das contas em dia, a redução dos custos e todo o controle financeiro dependem do gerenciamento estratégico e eficiente.

Entretanto, vale ressaltar que não existe um modelo melhor do que o outro. Eles são diferentes e todos têm seu valor, cabendo ao administrador decidir qual seguir.

Quer compreender melhor os modelos de gestão empresarial e as formas de implementação? Confira, agora mesmo, os tópicos que listamos abaixo e tire suas dúvidas!

Modelos de gestão empresarial

Modelo Democrático

Como o próprio nome já antecipa, o modelo de gestão democrático é marcado pela participação dos colaboradores na tomada de decisão por consenso. É um modelo aberto e construído em conjunto com a equipe, já que todos têm direito a voz ativa.

Entretanto, o nível de abertura varia conforme o grau de maturidade dos colaboradores e a vontade do gestor. A gestão caracteriza-se por um modelo participativo e promove engajamento, motivação, aumento da produtividade e sentimento de valorização por parte dos membros da equipe.

Modelo Autoritário

O modelo autoritário é centralizado no gestor, ou seja, consiste em uma forma de gerenciamento unilateral na qual as decisões são tomadas exclusivamente por ele, a equipe não se envolve nos processos estratégicos. Embora pareça desinteressante e até mesmo negativo, pode ser implementado para gerar bons resultados quando os colaboradores são muito inexperientes.

O mau desempenho desse tipo de gestão traz impactos negativos para a empresa, já que gera insatisfação, queda no rendimento e desengajamento. Por isso, deve ser desempenhado apenas por gestores hábeis e cientes das dificuldades e implicações que pode acarretar.

Modelo Meritocrático

Já o meritocrático é um dos modelos de gestão empresarial mais difundidos na atualidade. Parecido com o democrático, porém um pouco menos aberto, também promove motivação e engajamento. A principal diferença é que a tomada de decisão não ocorre por consenso, mas sim por uma certa “competição”.

Por ser focado nos colaboradores que melhor performam e demonstram maior potencial, precisa ser implementado com transparência para que seja justo e não gere impactos negativos no ambiente corporativo, que torna-se competitivo naturalmente já que todos buscam mostrar seu valor para participar dos processos estratégicos.

Ciclo de inovação

A gestão chamada de ciclo de inovação tem foco em criar processos que levem justamente à inovação. Como resultado, propicia o aumento do diferencial competitivo da empresa, que acaba saindo na frente da concorrência já que torna-se inovadora e visionária. Para implementar com sucesso, é importante analisar e gerenciar eficientemente o ciclo de um projeto controlando-o e monitorando-o durante toda sua duração.

Ciclo de Deming

O modelo de gestão chamado de Ciclo de Deming consiste em planejamento, realização, controle e ação de um projeto. Essas quatro etapas podem ser usadas pelo gestor que deseja estruturar projetos ou promover melhorias na empresa.

Implementação de um modelo na empresa

Conheça os problemas externos e internos da empresa

Antes de escolher um modelo de gestão ou mesmo a combinação de alguns deles, é necessário identificar os problemas externos e internos da empresa. São exemplos de problemas externos a concorrência acirrada, as falhas de fornecedores, a insatisfação de clientes.

Já os exemplos de problemas internos são falta de controle financeiro, falta de acompanhamento de processos, turnover alto, falha na capacitação de colaboradores, desengajamento.

Somente com base nessa avaliação é possível estabelecer os objetivos a serem atingidos e, por consequência, o caminho para chegar até eles. A partir daí, o gestor pode definir estrategicamente, com base em planejamento, qual modelo deve ser empregado.

Defina e implemente soluções

Uma vez identificados esses problemas da empresa e definido o modelo de gestão empresarial a ser adotado, é importante não só criar, mas também implementar soluções com o intuito de minimizar e eliminar esses gargalos já conhecidos.

O sucesso de um negócio depende diretamente de uma gestão eficiente, da padronização e boa gestão de processos, da qualificação profissional, da tomada de decisões estratégica, do investimento em tecnologia e ainda do conhecimento de mercado. Ou seja, definir e implementar soluções é o caminho para atingir as metas.

Avalie os resultados

Por fim, para implementar um modelo de gestão empresarial é preciso avaliar os resultados. Se você já conhece os problemas que afetam a empresa, as metas de sucesso e o caminho para chegar até elas, verifique se os resultados atingidos estão acima, abaixo ou dentro do esperado. Com base nessa análise, todo o planejamento pode ser refeito, aprimorado ou mesmo mantido de acordo com a decisão do gestor.

Conforme mostramos ao longo do artigo, existem diferentes modelos de gestão empresarial que podem ser complementares em algum momento, cabendo ao gestor definir qual, ou quais, seguir. É importante buscar uma capacitação em processos gerenciais para conhecer mais a fundo os modelos existentes e as ferramentas administrativas que auxiliam na implementação.

Entre os benefícios de acertar na escolha dos modelos de gestão empresarial, estão, além dos já citados aqui, uma visão integral e sistêmica sobre o negócio, o uso estratégico do capital disponível, a tomada de decisões assertiva, a otimização de recursos e do tempo.

Ademais, também entram na lista de vantagens: o planejamento a longo prazo, a maior integração entre os departamentos da empresa, a antecipação de problemas e demandas, um maior conhecimento sobre o mercado e, principalmente, a garantia de vantagem competitiva em razão de uma empresa estruturada e próspera.

Gostou do nosso artigo sobre modelos de gestão empresarial e como implementá-los? Que tal compartilhá-lo nas suas redes sociais e mostrar aos seus contatos que você não apenas busca informações sobre gestão e administração como também as distribui?

Autora

wpadmin

Gosto de ler, escrever, estudar, ficar com os meus gatos e minha família: no meu tempo livre, gosto de me dedicar às coisas e pessoas - e animais, é claro - que amo. É a melhor forma que encontro de renovar minhas energias e trilhar meu caminho

>